Arroz e Feijão - Básico, mas indispensável

Se vamos começar a aprender a cozinhar, então vamos do básico da alimentação brasileira. Vamos começar pelo arroz soltinho e o feijão saboroso.

A cozinha é o grande palco da afetividade em uma casa. De lá saem as delícias que vamos saborear e que podemos compartilhar com amigos e familiares. E pode ser desde um simples arroz com feijão até um bacalhau elaborado. Pode ser desde aquele bolo que acabou embatumado, porque não assou direito, até aquele bolo confeitado digno de um aniversário. Tudo bem se o prato não saiu exatamente como o esperado, o mais importante é o carinho do preparo, a atenção e dedicação.


E do forno, batedeira, geladeira saem histórias e memórias afetivas que ficam impregnadas em nós e levamos para toda a vida. Como comer um feijão e não se lembrar da minha avó Julia, que sempre me esperava, depois do colégio, com o almoço pronto e guardava o casquinho do feijão que ficava na panela para mim? Espertinha, ela sempre achando que eu comia pouco, esperava eu terminar de preparar o meu prato e lá vinha ela com o que tinha guardado para mim, a casquinha do feijão, e lógico, aproveitava para colocar mais feijão no meu prato. Se não bastasse o amor que vinha do preparo do feijão, ainda tinha mais essa pitada, amor de vó é assim mesmo, sem limite.

Sei que muitas vezes, com a vida corrida e agitada, nos afastamos da cozinha, de prepararmos alguma receita e do afeto que podemos deixar crescer junto com a massa do bolo. E tudo bem se não conseguimos ir sempre para a cozinha, ter almoço e jantar preparado por nós. Ah, mas é maravilhoso se um dia pararmos para fazer algo especial, e não precisa ser nada elaborado, especial tem que ser o momento de produzir afeto. E isso vale para nós mesmo, não precisa ter mais alguém junto, mas se tiver é muito bom. Se acha difícil começar pelo almoço ou jantar, que tal um café da manhã todo requintado? E nem precisa esperar o final de semana para isso, carinho e amor têm para todo dia. Ou um lanche no final da tarde, que é mais um convite para que o dia se estenda um pouquinho mais e entremos na noite confortando a alma?

E do forno, batedeira, geladeira saem histórias e memórias afetivas que ficam impregnadas em nós e levamos para toda a vida.

Quando a quarentena começou aqui em São Paulo minhas clientes e amigos se desesperaram. Como iria ser agora, tendo que se virar na cozinha para a alimentação do dia a dia e ainda por cima sozinhos? E a dúvida maior era mesmo do básico, por onde começar. Então, vamos hoje fazer o bom arroz com feijão, que é básico, mas indispensável.

ARROZ

Aqui vai a receita e as dicas para um arroz soltinho.

Ingredientes necessários (para 2 pessoas):

- 1 xícara de arroz

- ½ cebola

- 1 dente de alho

- óleo ou azeite

- sal

- 2 xícaras de água fervente

Modo de Preparo:

Para iniciar, coloque para ferver a água. Vamos precisar de 2 xícaras de água fervente, então coloque para esquentar sempre uma quantidade a mais do que 2 xícaras. Enquanto isso pique a cebola e o alho. E vamos fazer o refogado: em uma panela aqueça o óleo ou azeite e coloque as cebolas e um pouco do sal, e deixe por uns 3 minutinhos até elas murcharem e em seguida coloque o alho. Depois já pode colocar o arroz e misture bem para que todos os grãos sejam envolvidos pela gordura do óleo ou azeite. Essa etapa é importante para você garantir um arroz soltinho. Depois é só colocar a água fervente, colocar mais um pouco de sal e deixar cozinhando em fogo baixo, com a tampa um pouco aberta. O arroz estará pronto quando a água secar. Deixe ele descansar 5 minutinhos com a tampa fechada e depois é só ir soltando com a ajuda de um garfo. No canal do YouTube está tudo demonstrado e explicadinho, caso você tenha alguma dúvida.

Dando mais sabor ao Arroz:

Opção 1: Coloque um anís estrelado junto com a água do cozimento para dar um sabor oriental ao preparo.

Opção 2: Vamos dar uma cor e sabor a mais para nosso arroz. Rale uma cenoura ou uma bobrinha e refogue junto com a cebola e o alho.

FEIJÃO:

Segue a receita de um feijão saboroso.

Ingredientes (8 porções):

- 2 xícaras de feijão

- 6 xícaras de água

- 2 folhas de louro

- 1 cebola

- 3 dentes de alho

- azeite ou óleo

- sal

- cenoura (opcional)


Modo de Preparo:

O preparo do feijão começa sempre no dia anterior do cozimento dele, se você for fazer o almoço, ou de manhã se você for preparar o jantar. Precisamos colocá-lo em uma tigela e cobrir de água, deixando-o de molho por volta de umas 10 horas. Umas horinhas antes de começar o preparo troque a água, fazendo o remolho. Nessa etapa vamos eliminar as substâncias que deixam o feijão indigesto.


Depois é só escorrer a água do remolho, colocar na panela de pressão, e juntar a água. Para cada xícara de feijão temos que medir 3 xícaras de água. Ah, e um detalhe importante, você tem que medir a quantidade de feijão antes dele ficar de molho. Coloque as folhinhas de louro, uma para cada xícara, e pode levar ao fogo. Quando a panela começar a apitar vamos contar 10 minutos e então é só esperar o vapor sair.


Sem usar a panela de pressão:

Se você quiser fazer o feijão com a panela de pressão também é possível, só vai levar um tempinho a mais. Nesse caso você irá medir para cada xícara de feijão 2 litros de água. Depois de ter feito o molho e remolho é so colocar em uma panela convencional, junto com a água e deixar cozinhando por aproximadamente 45 minutos. Aqui vale experimentar para ver se o grãozinho do feijão já está no ponto.

Enquanto o feijão cozinha, vamos fazer o refogado. Em uma panela aqueça o óleo ou azeite, coloque a cebola com uma pitada de sal e espere ela murchar, em seguida pode colocar o alho e a cenoura ralada, que é opcional. Aliás, em seguida apresento outras variações para quem quer mudar de vez enquanto o sabor do seu feijão. Nesse momento o feijão já tem que estar cozido. Coloque uma concha dele no refogado e vai apertando e amassando o feijão. Isso vai ajudar a deixar o seu feijão mais consistente, depois já pode colocar o restante do feijão, sem precisar amassar mais. Tempere com um pouco mais de sal e pimenta, se você gostar. Deixe cozinhando um pouco mais, para os sabores se misturarem. E pronto. Seu feijão já pode ser servido.

Para congelar:

Aqui temos duas opções, você pode congelar o feijão assim que ele estiver cozido, sem passar pelo refogado. Depois, quando for descongelar, retire ele do congelador, no dia anterior e coloque na geladeira. E no dia seguinte é só fazer o refogado e colocá-lo, da mesma forma como se tivesse acabado de ser cozido. Dessa forma, você preserva mais o sabor do feijão e ainda pode variar o refogado com as opções que estou passando a seguir.


Mas também nada impede de você fazer o feijão completo já com o refogado e aí sim, congelar. Depois é só descongelar, esquentar e servir. Humm...

Variando o sabor do seu feijão:

O refogado que eu expliquei acima é o básico, mas você pode variar o sabor do seu feijão e ainda acrescentar mais nutrientes.


Especiarias:

Aqui você pode escolher uma especiaria que você goste muito e aproveitar para incrementar o sabor do seu feijão. Eu particularmente uso, na maioria das vezes, o cominho. Algumas opções são:

- cúrcuma, cominho ou páprica.


Ervas aromáticas:

- tomilho, cebolinha, coentro, salsinha (essa só no final da preparação).


Mais sabor ainda:

Eu coloquei a cenoura no preparo básico, mas você ainda pode colocar tomate, beterraba (uso mais para o feijão preto), vagem, abobrinha, salsão ou até gengibre. Pode aproveitar para colocar bacon ou pedacinhos de linguiça.

Aqui, deixe sua imaginação e fome falarem mais alto e pode brincar de variar o sabor do seu feijão.


Agora é só servir. E bom apetite!


Veja a explicação e o passo a passo detalhado no nosso canal do Youtube.


O que você achou desse post do Blog Casa com Afeto? Deixe seu comentário aqui. Aproveite e curta a página da Casa com Afeto no Facebook, siga a Casa com Afeto no Instagram e se inscreva no canal do YouTube. E conheça também a BonaBelle Design & Organização.


Marcela Bonacorci é designer de interiores, personal organizer, administradora de empresas e professora de dança. Ela é criadora da Casa com Afeto e desenvolve artigos e matérias para fazer com que todos possam criar uma conexão de amor e carinho com suas casas.


Tags: Marcela Bonacorci Casa com Afeto Culinária Arroz Feijão Como fazer arroz Como fazer feijão Preparando arroz e feijão Cozinha afetiva Faça você Mesmo Cozinhar

Receba nossas novidades

Blog da BonaBelle Design & Organização

Siga a BonaBelle

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook

Siga a Marcela Bonacorci

  • Instagram
  • Facebook

Siga a Casa Com Afeto 

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Pinterest

Sua conexão de amor e carinho  com a sua casa!

© 2020 criado por Marcela Bonacorci